quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Leite de Camela!

Chegando na casa do beduíno
Depois de terminar um trabalho bem cansativo, umas 40 horas sem dormir e com bastante pressão em cima da gente, fui descansar por mais de 12 horas sem parar.

Minha equipe passou na casa de um beduíno e eles pegaram leite de camela fresquinho. Eu estava dormindo e eles não quiseram me acordar. A noite quando fomos jantar eu disse que queria passar de manhã para para pegar mais leite no caminho.

No dia seguinte de manhã, na volta para Marmul, passamos na casa do beduíno, que me lembrou um pouco as casas de roça. Dava pra ver uns cercadinhos onde os camelinhos bebês ficam, mas os camelos adultos ficam soltos por aí.

Leite fresquinho
Ele não tinha mais leite, mas foi muito educado e nos convidou para tomar café. Tiramos os sapatos, entramos e sentamos no tapete para tomar café. Não gosto muito do café árabe, já que é um café super forte com algumas ervas meio estranhas. Mas esse não estava forte e as ervas estavam suaves e foi um bom "café da manhã".

Falam que o leite de camela é muito forte e pode dar dor de barriga se tomarmos muito. Mas acho que é a mesma coisa com o leite de vaca tirado fresquinho, pois é bem gorduroso e não passou por nenhum processo industrial ainda.

Mas depois que eu tomei o leite, passei a me sentir muito bem durante o dia. Parece que foi a primeira vez desde que cheguei em Marmul que tive uma refeição nutritiva.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Uma pequena homenagem

O mês de novembro nunca foi um mês fácil, antes porque tínhamos que pensar em que presente comprar para uma das pessoas mais difíceis de se presentear... Hoje porque lembramos muito dessa pessoa que não está mais entre nós...
Esse post é uma pequena homenagem a um pai, que apesar de todos os defeitos, sempre foi e sempre será meu ídolo. Um pai brincalhão, honesto, inteligente, didático, teimoso...
Ana Pauloca Cara de Pipoca

Aniversário de 60 anos
Caricatura feita por um amigo




Renato, papai e eu
Foto espontânea

Feriado no Oasis

Piscina particular!
Se o final de semana em Dubai foi de princesa, o feriado no Oasis foi de Rainha!
Resolvemos escapar do treinamento e ir passar o feriado num Resort 5 estrelas em um oasis no meio do deserto Rub' al Khali (empty quarter).
A ideia foi da Ludmila, a outra brasileira, que queria ir para um Spa. Ela achou que ninguém ia topar, mas todos aceitaram na hora. Reservamos uma vila com piscina particular e vista para o deserto. 
Passamos o dia no Spa com tratamentos do Marrocos, massagens tailandesas e manicure.
Caça com falcões
Fizemos passeio a camelo ao amanhecer, fomos a caça com os falcões ao entardecer. Aproveitamos ao máximo nossa vila particular, com direito a mordomo e tudo! 
Jantamos em restaurantes bons (eu até esperava mais dos restaurantes, mas não posso reclamar) e também relaxamos na piscina.
O deserto era muito bonito, com dunas altas e de tonalidades diferentes. O nascer do sol, anoitecer e a noite estrelada eram de belezas impressionantes.

O passeio foi tão bom, relaxante, divertido, que o pior de tudo foi ter que voltar ao meu deserto zero estrela no Oman...

Boa tarde deserto!
Bom dia deserto!

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Final de semana em Dubai

Mercado de Ouro

Tivemos um final de semana (nem sabia que finais de semana existiam) durante o treinamento e resolvemos ir passear em Dubai. Quase toda a turma foi, éramos umas 20 pessoas. Ficamos em um hotel na beira da praia, em 3 apartamentos de 4 quartos, com uma vista maravilhosa. Começou meu final de semana de princesa!
Passeamos pela cidade, fomos para praia e piscina, fomos ao Souk (mercado), fomos ao Souk de ouro, jantamos em restaurantes maravilhosos, fizemos passeio de barco e muitas coisas mais. Tentamos também aproveitar a noite em Dubai, mas cá pra nós: no Brasil é muito melhor!
Vagas para limousine

Dividi apartamento com Ludmila (brasileira), Haydee (mexicana), Juan (mexicano), Luis (colombiano), Manuel (mexicano), Jonathan (colombiano). Inglês foi banido do apartamento, só portunhol! No começo foi difícil para os hablantes de español, mas depois de um final de semana intensivo de português e español, nós nos consolidamos como a mafia latinoamericana da turma.

Ponto de onibus? Ar condicionado!
Deserto com Neve?
Também participamos de algumas operações alcoólicas de legalidade questionável dentro do país, hehe, mas isso vai para debaixo do tapete!
(Mamãe: não pense besteiras!)

Algumas fotos engraçadas e divertidas que encontrei pelo caminho: vagas para limousine, pista de sky dentro do shopping, um ponto de ônibus com ar refrigerado e um mercado gigantesco de ouro!


domingo, 28 de outubro de 2012

Abu Dhabi & Garfield

Eu achava que a cidade de Abu Dhabi era uma invenção do desenho do Garfield, até que um dia decidi procurar no Atlas (antes do google existir). Descobri que não só era uma cidade de verdade como a capital de um país chamado Emirados Árabes Unidos! Fiquei muito animada com a minha descoberta, aqui está um video do desenho animado:

sábado, 15 de setembro de 2012

Nem tudo são flores... ou o outro lado da moeda...

Banheiro maneiro
Depois que mostrei a minha casinha-container bem maneira, todos devem ter achado que estou morando super bem por aqui. Estou sim, 5% do tempo! Mas sou bem otimista e sempre tenho a esperança de passar mais tempo por lá.
Bom, pra começar meu trabalho é no campo e na maior parte do tempo não estou no meu cantinho não. Estou em acomodações quaisquer do deserto, que nem sempre são cinco estrelas. Já contei as histórias das baratas, não é nenhuma novidade, né?
Não é uma regra, mas os quartos onde eu fico sempre tem algum pequeno problema.
Ar condicionado limpinho
Como por exemplo: ar-condicionado super sujo que cospe poeiras (nem preciso dizer que sou alérgica), lençóis que parecem ter sido trocados na época dos dinossauros, banheiros que parecem ter sido limpos na idade média, banheiros construídos com design da idade média, colchas com cheiro de mofo, insetos diversos andando pelas paredes e pelas camas, "pequenos" geradores de alta potência super "silenciosos" ao lado da porta e assim por diante. Sem contar que as portas nunca tem trancas.

Faltando 2 semanas para a visita expressa ao Brasil. :-)

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Minha mansão

Estou postando algumas fotos da minha casa-container-mansão a pedido de leitores assíduos do blog:
Cozinha, Closet, Janela (vista panorâmica)
Banheiro da Suite

Hall e Despensa


Suite


Escritório
Alguns comentários:
1. Não reparem na qualidade das fotos, esqueci minha câmera no Brasil.
2. Não é pegadinha, tenho duas escrivaninhas mesmo. Pedi uma mesa de cabeceira e recebi outra escrivaninha igual a do escritório. Não reclamei...
3. A janela tem vista panorâmica bem limitada, já que pintei o exterior pra ficar escurinho durante o dia.
4. Demorei "uma noite" pra arrumar a casa e conseguir tirar fotos decentes. Encontrei várias coisas perdidas e agora sei onde está tudo, pelo menos foi uma arrumação produtiva.
5. Agora comentários anônimos estão autorizados, espero mais comentários a partir de agora.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Um container pra chamar de seu...

Meu container
Desde que eu cheguei aqui em Marmul, tinha somente uma cama, um armário, uma escrivaninha. Suficiente para o dia-a-dia aqui do deserto.
Quando cheguei, logo pendurei o tsuru que a minha mãe fez no cabo do ar condicionado. Aproveitei os passarinhos e coloquei fotos penduradas nas asas. Coloquei o travesseiro da dindinha na cama também.

Várias pequenas coisas estavam faltando desde que cheguei, como estantes, prateleiras, mesa de cabeceira, extensões, etc.
Um container-carro super inclinado
Dei uma lista para o administrador do acampamento e em uma semana ele providenciou tudo o que precisava e mais um pouco. Ele deu um jeito de escurecer as janelas, pra ficar escurinho mesmo durante o dia, colocou uma mesa de cabeceira, uma tomada ao lado da cama, prateleiras no box para shampoo, prateleiras no meu "hall", etc...

Sem contar que fiz compritas em londres de suplementos alimentares e não tinha lugar pra colocar, como comidas enlatadas, chocolates, uma chaleira para aquecer água, etc. Também comprei produtos de beleza, como shampoo, condicionador, hidratante, etc.

Mais churrasquinhos de camelo...
Agora, sempre que volto de um trabalho de campo curto bastante o meu quarto! Posso dormir durante o dia e perder os horários das refeições! (tenho sempre um plano b nas estantes).

terça-feira, 28 de agosto de 2012

رمضان

O título para os que não sabem árabe: Ramadã.

Resolvi escrever um post sobre o Ramadã, já que vivenciei os últimos dias desse mês muito importante para os muçulmanos.
O calendário islâmico é diferente do nosso, eles seguem o ciclo da lua e não do sol. Logo, a cada ano o mês do Ramadã é 11 dias mais cedo em relação ao nosso calendário.
Neste mês os muçulmanos devem se aproximar mais da religião, precisam fazer jejum entre o nascer do sol e o por do sol, de comida, de água, de cigarro, de sexo, de palavrões, de pensamentos ruins, etc. É um jejum bem mais completo do que apenas deixar de comer. Devem ser mais generosos e refletir sobre suas atitudes e pensamentos. Vou falar sobre a minha experiencia por aqui, mas para saber mais detalhes sobre o Ramadã clique aqui (inglês) e aqui (português).

Aqui em Marmul, os horários de trabalho mudam e as regras para viagens de carro também. Não é possível começar uma jornada depois das duas da tarde, pois os motoristas estão muito cansados por causa do jejum. Trabalhamos das sete da manhã até uma da tarde sem intervalo de almoço. Depois todos voltam para o acampamento e descansam até o Iftar, a refeição de quebra do jejum quando o sol se põe, por volta das sete horas da noite aqui no Oman. Se temos um trabalho de campo em breve, voltamos à noite para a base, mas se não há trabalho, podemos ficar no acampamento descansando (caso ideal que ainda não aconteceu comigo).

O Iftar aqui em Marmul acontece ao redor da piscina, onde é estendido um longo tapete e várias bandejas de comidas são servidas. Depois da chamada do autofalante com palavras em árabe que eu não sei o que significa, todos quebram o jejum comendo tâmaras e bebendo água ou leite. Depois passam a comer das outras bandejas de comida. Aqui eles tem umas tâmaras muito boas, fresquinhas, recém tiradas das árvores!
Depois do Iftar todos vão para a mesquita para oração.

A primeira refeição, o pré-jejum, o Suhoor acontece antes do sol nascer, algumas pessoas acordam para comer outras não. Aqui nos países do golfo é proibido comer, beber e fumar em público durante esse mês(durante o dia).
O Suhoor lá em Londres acontecia as duas e meia da manhã e o Iftar as nove horas da noite. Imagina ficar tanto tempo sem beber água...

Churrasquinho de Camelo
Depois do mês do Ramadã, vem a comemoração, o Eid-ul-fitr, que é um feriado de 3 dias que as pessoas passam com as famílias e dão presentes (dinheiro) para as crianças. Aqui em Marmul, no acampamento, eles mataram uma vaca e várias cabras para comemorar.

Como eu estava no campo e não no acampamento, aproveitamos para comer churrasco de carne de camelo!



quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Férias na Europa! Parte 3: Londres

Fui ao meu museu preferido, o Science Museum, aquele que vc pode mexer em tudo! Passeei pela Harrods, aquele shopping super caro, que os donos são os árabes do Qatar, e tomei o melhor chocolate quente do mundo! Fui na Casa Brasil, um lugar onde acontecia exposições e outras coisas relacionadas ao Brasil. Acompanhamos as Olimpíadas todos os dias e foi legal estar no Reino Unido e ver o Reino Unido se dando muito bem em várias categorias. Várias pessoas nas ruas com rostos pintados e usando as cores de seus respectivos países. Deverá ser legal estar no Rio em 2016 e ver o Brasil se "dando bem" em várias categorias. 

Fazíamos comida em casa, íamos fazer compritas no shopping perto do parque olímpico, que por sinal estava bem cheio por causa das olimpíadas. Comi fish and chips, pizza na lenha, cozinhamos macarrão, compramos muitas tortas gostosas e nos dois últimos dias fui a dois originais churrascos brasileiros! Com direito a picanha, farofa e guaraná!

A viagem foi muito boa e foi muito triste voltar para o deserto, como sempre.
Agora apenas uma semana de férias em outubro (ou melhor 5 dias de férias + 2 dentro de avião) antes do treinamento. E depois se tudo der certo, passarei o Natal no Brasil.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Férias na Europa! Parte 2: Barcelona

Palau de la Musica Catalana
Pegamos um trem noturno de Paris até Barcelona, pois a idéia era economizar na estadia, dormir em Paris e acordar em Barcelona! Porém, tivemos tanta dor de cabeça com a passagem de trem, que era pra ser enviada pelo correio até o nosso hotel, mas não chegou. Fomos até a estação de trem resolver, no final das contas tivemos que comprar outra passagem e pedir reembolso da anterior. A pessoa que imprimiu as passagens nos deu o número de um vagão inexistente, nos barraram na entrada do trem e ainda descobrimos que uma de nossas camas não estavam na mesma cabine!
Mas pelo menos para mim foi uma ótima noite de sono, dormi umas 10 horas...

Casa Batlló
Em Barcelona, fomos andando da estação de trem até o nosso albergue, que por sinal era bem localizado. Deixamos as malas, pois ainda era cedo para fazer o check-in e fomos passear.
Começamos andando pelas Ramblas, uma rua movimentada cheia de lojinhas e restaurantes. Resolvemos entrar em um museu diferente pelo caminho (erótico... hehe), comemos bolinho de bacalhau no mercado da Boqueria, passeamos pelo bairro gótico, vimos os velhinhos dançando a sardana (típica dança catalã) em frente a catedral. À noite resolvemos ir num tal the pub craw que no final acabou sendo uma furada.

Fiquei doente com a gripe intercontinental trazida pela Ana Paula, que ficou doente em Londres, depois a Su ficou doente em Paris e sobrou pra mim ficar doente em Barcelona. Fiquei na cama um dia e meio e as meninas traziam comida pra mim na cama!
Catalão a lingua mais engraçada
Nos dias que estava boa, passeamos bastante pela cidade, visitamos as obras de gaudi (casa milla, casa batllo), fomos ao palau da musica catalana, comemos comidas típicas e não típicas, fomos a praia (onde as pessoas faziam top less!) e na nossa última noite tivemos uma boa night perto do albergue. Viramos essa noite, já que o voo das meninas era de manhã cedo.
Depois que elas foram embora, fiquei sozinha até o final do dia, pois o meu voo era de noite. Foi ao mesmo tempo legal e chato. Consegui aproveitar um pouco, fui ao museu de cera, no pargue guell e comprei algumas coisas que eu precisava no Corte Inglês. Mas ao mesmo tempo não tinha nenhuma das duas de companhia e ninguém pra rir comigo do catalão.

Fiz uma votação e definitivamente o catalão é a língua mais engraçada para nós que falamos português. Antes eu ria um pouco do françês ou do castellano, mas de longe as palavras em catalão são as mais divertidas. Tudo tem um segundo significado em português, como cruz e paz (procure no google, não vou escrever aqui).

E então embarquei rumo a Londres, meu último destino da viagem...

domingo, 12 de agosto de 2012

Férias na Europa! Parte 1: Paris

Deixando pra trás o pequeno episódio de correria para fazer as malas em 5 minutos e estresse de quase perder o voo devido a alguns atrasos no campo, consegui finalmente chegar em Paris, depois de 8 semanas isolada no deserto. Estava realmente precisando de férias, estava muito estressada nos últimos dias e até tive um episódio de desidratação.

Em paris, o acesso ao metro estava fechado, por que algum idiota deixou a mala sozinha e a polícia não deixa passar até descobrir o dono da mala, já que pode ser bomba ou algo assim. O idiota apareceu uma hora depois, enquanto isso aproveitei pra descobrir como chegar no hotel de trem e pegar algum dinheiro (deixei meus euros em marmul na correria).

Encontrei as meninas no hotel (Ana Paula e Susanna) e fomos comprar coisitas para comer no supermercado. Adoro supermercados da Europa, tenho vontade de comprar todos os queijos, frios, pães, doces... Compramos jamon e queijo Gruyere, salmão defumado, mil tipos de pães, pra fazer sanduíches pra comer ao longo do dia.
Passeamos na Champs-Elysees, fizemos picnic na grama em frente a torre, fizemos amizade com um francês que não falava inglês e jantamos num restaurante árabe, só pra variar o meu cardápio...
Nos dias seguintes fizemos vários passeios turísticos como Museo D'Orsey, l'orangerie, galeries lafayette, Torre eiffel, passeios de bicicleta pela cidade, Museo Rodin, Arc du Triumph, pubs, etc.

Não sei porque razão confundimos o dia da ida pra Barcelona e só descobrimos quando fomos resolver um problema com o ticket na estação de trem. Tínhamos que fazer as malas ainda, mas já havia passado o horário do checkout! A Ana Paula voltou pro hotel e conversou com o pessoal do hotel, enquanto eu e a Su ficamos pra resolver o problema. No final deu tudo certo, conseguimos o ticket, fazer as malas em 20 minutos e ainda aproveitar o resto do dia indo ao Louvre e a Basilica de Sacré Coeur no bairro de Montmartre.


sexta-feira, 20 de julho de 2012

Mini férias em Muscat!

Meu "aniversário"
Fui fazer um curso de 3 dias em Muscat, mas que para os padrões de Marmul, esses dias podem ser considerados férias. O curso não é muito fácil não, muitos workshops, apresentações, trabalhos em grupos e palestras (que a gente sofre pra ficar acordado...).
Seria um curso bem fácil se todos do grupo fizessem a sua parte, mas o que não acontece em lugar nenhum do mundo. Logo eu trabalhei em dobro, como sempre.

Narguile de Melancia
Mas a parte boa disso tudo é que dessa vez não estava sozinha em Muscat. Um engenheiro que trabalha comigo em Marmul (Taher da Síria) e um engenheiro que trabalha em Muscat (Fawaz do Sudão) estavam comigo o tempo todo depois do curso. Jantamos fora todos os dias, em ótimos restaurantes, sheesha, jogamos boliche, tudo o que eu precisava pra desestressar um pouco.

No primeiro dia do curso, sai pra almoçarmos juntos com uma engenheira omani, a Maliha. Mas cheguei super atrasada no curso e recebi algumas indiretas, logo cancelei os almoços fora do curso. O que não foi uma coisa ruim, já que o curso era no Hotel Intercontinental, cinco estrelas e o almoço era maravilhoso!


Fawaz, eu e Taher
Fomos jantar no Friday's e o engraçadinho do Fawaz disse pra garçonete que era o meu aniversário (sem eu saber é claro). Eles vieram cantando a musiquinha e eu fiquei vermelha como sempre.
Também jogamos boliche, e por incrível que pareça eu melhorei... Boliche era o pior jogo para mim, não importa o quanto eu treinasse eu não conseguia jogar a bola fora das canaletas.

Pães maravilhosos

Jantamos em um restaurante turco e eu comi até explodir. O pão era perfeito, quentinho, feito na hora.
Agora já voltei pra Marmul, mas não estou no menos clima de trabalhar. Quase 8 semanas isolada, e apenas 2 dias para as férias...

Top 5: hummus, baba ganush, mutabal, tabule e charuto



sábado, 14 de julho de 2012

Galerias de fotos

Algumas fotos para colorir o blog!
Todos sabem como eu gosto de tirar fotos de comidas. Bem, aqui em Marmul as opções de comida não são muito variadas, nem muito apetitosas para o meu paladar, nem muito agradáveis para fotos. 
Por isso não costumo tirar fotos das comidas do dia-a-dia. Tirei algumas fotos de dias fora do comum, como as quintas-feiras (final de semana daqui) que temos shawarma ou churrasco (não é igual ao nosso, mas dá pro gasto). Alguns sorvetinhos e Coca-cola, donuts que um engenheiro trouxe de Muscat. Pizza especial de muzzarela feita pra mim (porque as normais são cheias de coisas em cima, parece a pizza do Supimpa de Itaperuna com muito pimentão) e tâmaras fresquinhas. Repare no meu kit sobrevivência para o resto dos dias normais...

Fotos de mais camelos pelo caminho, uma pequena aranha que encontramos na base e uma foto de umas montanhas bem diferentes que tirei durante um trabalho de campo.

Luxo em Marmul

Tâmaras fresquinhas










Shawarma
Kit sobrevivência
Donuts de Muscat!
Pizza!

Pequena aranha do deserto
Mais Camelos
Montanhas

quinta-feira, 5 de julho de 2012

De volta a civilização e despedidas

Um dos engenheiros conseguiu um outro emprego em Singapura e pediu as contas. Mas como esteve aqui em Marmul por bastante tempo (mais que 4 anos) e é um engenheiro muito querido por todos, então fizemos várias festas de despedidas nos últimos dias.
Fizemos uma reunião só com os engenheiros no "bar", onde foi servido um carneiro fresquinho abatido no mesmo dia.
Fizemos uma grande festa ao redor da piscina com todas as pessoas da base, com um grande buffet de saladas e churrasco.


No final da festa todos foram jogados na piscina, inclusive o seguranças e os chefes. Foi engraçado ver como algumas pessoas tem medo de ser jogadas, depois descobrimos que elas não sabiam nadar! E estavam com medo de ser jogadas em uma piscina onde a parte rasa tem menos de um metro de profundidade.
Bom, depois dessa semana de festas e despedias, a greve acabou, a vida boa também... Já estou de novo trabalhando sem tempo de respirar.

A única coisa que me deixou muito irritada foi que eu tive que voltar para aquelas acomodações do cliente, aquela que eu tive umas baratinhas de companhia. Mas dessa vez elas estavam andando por cima da cama e do travesseiro!!! Não consegui dormir, pequei meu laptop e fiquei na mesa estudando e matando baratas o resto do tempo. Eu falei de novo com o meu chefe, dessa vez até bati o pé no chão falando que eu não volto lá. E eles deveriam ter um pouco mais de bom senso e não mandar meninas. Ele disse que achou que era exagero meu da primeira vez, por isso não tomou providências. Mas quando começou a receber reclamações dos outros engenheiros também, resolveu acreditar.

Eu resolvi falar com o representante do cliente que haviam baratas no quarto. Sabe o que ele falou? Que é assim mesmo no deserto, sempre com muitos insetos.
Baratas, os insetos do deserto! Essa é nova pra mim.

sábado, 23 de junho de 2012

Muito isolada


Gatinho dormindo na minhas roupas
Dessa vez foram 8 dias sem internet e quase sem sinal de celular!

Sem dúvida foi o trabalho mais longo que já fui. Tudo deu errado e ainda fiquei 3 dias esperando em um acampamento no meio do nada em um quarto xexelento. Nesses 3 dias, tudo o que fizemos foi comer, dormir e ver filmes. Um bom descanso, pois assim que voltamos ao trabalho foram 36 horas sem dormir logo de cara.

Durante esses dias tive uma dor de barriga, provavelmente por causa das comidas com temperos indianos super condimentados e apimentados. Passei fome uns dias até que o cozinheiro entendeu que eu não podia comer aquelas comidas e aí passaram a fazer ovos mexidos, omeletes, salsishas, hamburgueres pra mim...

Até mesmo chegaram a entregar essas comidas especiais no campo!

Nem as plantinhas sobrevivem o calor
Tomar banho era um problema nesses acampamentos isolados. Como eu disse em posts anteriores, os acampamentos são todos compostos
de containers, o container refeitório, o container sala de tv, os containers quartos, o container mesquita (normalmente não alinhado com os outros, pois aponta em direção a Meca) e o container de água, também fácil de identificar (todo azul).
Isso significa que na hora de tomar banho, o container água esteve durante o dia inteiro exposto a temperaturas suaves de 50 graus.

Não existe água fria, somente água super quente (torneira de agua fria) e hiper quente (torneira água quente que usa o aquecedor elétrico). Mesmo durante a noite e de madrugada a água é quente!!! Dá pra suar tomando banho aqui...