domingo, 21 de abril de 2013

Greve dos operadores

Os operadores aqui no Oman são meio mimados pelo governo. Trabalham duas semanas sim, duas não, isso significa que trabalham apenas 6 meses por ano. Mas mesmo assim estavam insatisfeitos, pois com uma maré baixa de trabalhos de campo esse ano, o rendimento deles de horas extras reduziu muito.

Não sei muito bem o que aconteceu, pois estava fora da base há vários dias, mas sei que eles entraram em greve. Eles estavam pedindo coisas como aumento de bonus para uns certos tipos de trabalhos, diferenciar horas extras noturnas e diurnas, férias anuais e mais outros detalhes. Foram o ministério do trabalho e o governo estava apoiando eles. 

Foi muito divertido, pois a cada 20 minutos, todos nós engenheiros nos reunimos para fofocarmos sobre a situação e os últimos acontecimentos. Foram dias de  fofocas. Acompanhávamos os movimentos dos operadores por mensagens de whatsapp e sempre nos atualizávamos uns aos outros.

O gerentes da nossa base foram meio radicais, até posso dizer um pouco não profissionais e acabaram piorando a situação da greve. Perdemos vários trabalhos pra concorrência, pois os operadores se recusavam a trabalhar e até a dirigir. Como último recurso, o meu chefe resolveu mandar engenheiros para fazer o trabalho de operadores. Um desastre.

Me mandou um engenheiro que nunca viu o trabalho e um trainee. Com muita sorte me mandou um cara que  trabalhou como operador uns anos atrás e hoje treina novos operadores. Mas uma pessoa sozinha não consegue fazer muita coisa. No final das contas terminamos o sofrido trabalho de campo (com umas 20 horas de atraso) e os operadores voltaram a trabalhar no dia seguinte.

Acordei no dia seguinte como se tivesse escalado 10 montanhas ou cruzado o oceano nadando. Todos os músculos do corpo doloridos. Sempre dei valor ao trabalho dos meus operadores que trabalham dia e noite (algumas vezes 48 graus na sombra).

Depois de tudo isso o gerente da base pediu as contas! Estou ansiosa para as cenas dos próximos capítulos.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Nadir's Room

Dias divertidos
Marmul não é o lugar com mais coisas pra se fazer no mundo. Pra falar a verdade não temos muita diversão por aqui. Não temos muito tempo livre pra isso, mas uma distração no meio tempo faz bem.

Desde que cheguei aqui em Marmul, fiz amizade com Nadir, um engenheiro da Arábia Saudita, amigo em comum da Ludmila (brasileira que estava comigo em Abu Dhabi), do Payam (dividia apartamento comigo na Índia) e Ahmed (trabalhou comigo em Doha). Mundo pequeno esse!

Nadir é uma daquelas pessoas carismáticas e divertidas que acabam juntando todo o pessoal. Assim como eu, todos aqui personalizam seus quartos (containers). O quarto mais personalizado de todos é o do Nadir (aqui falamos Nadir's room) e é sempre o nosso ponto de encontro. Ele tem vários posters divertidos pelas paredes, uma grande TV LCD 40 polegadas (e um HD com milhares de filmes), Xbox, sheesha, chá e caneca para todos e um grande tapete para todos sentarmos no chão.

Dá pra ver o meu ombro!
Sempre que estamos em Marmul, antes ou depois de trabalhos de campo sempre acabamos nos reunindo no tapete do quarto dele para conversa fiada, sheesha e chá (aproveitamos também para atualizar as fofocas e falar mal dos chefes). 
Nadir também é especialista em dispositivos da apple e está sempre atualizando os nossos iPhones e iPads, consertando bugs e trazendo novos aplicativos. 

Estou escrevendo este post em homenagem a um dos meus melhores amigos em Marmul que acabou de receber uma carta de transferência. Todos aqui estão já estão pensando como Marmul será chato e entediante sem Nadir.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Frustração

Essa semana foi uma semana bem estressante pra mim aqui. Não por causa de muitos trabalhos ou que estávamos extremamente ocupados, mas pela constante tensão de conseguir ou não pegar um voo para Muscat. Vou explicar porque:

Eu e mais alguns engenheiros aqui estamos nos preparando para a promoção para "Engenheiros de campo Senior" desde o ano passado. Precisamos de passar por várias etapas como realizar uns testes online, ir a cursos no centro de treinamento (aquele que fui em Abu Dhabi) e ao final umas entrevistas com os gerentes e especialistas (geólogos e petrofísicos por exemplo). As entrevistas são como provas orais para confirmar se o engenheiro está preparado para a promoção ou não. Como os gerentes e especialistas em Muscat são sempre ocupados, as datas para as entrevistas são a primeira semana do mês e temos que agendar com antecedência.

Agendei minhas entrevistas, reservei o voo até a Muscat junto com mais 2 engenheiros. Estudamos juntos e preparamos resumos também. Meu chefe não me deu a palavra final, apenas disse que eu poderia ir se a atividade aqui permitisse. Eu fiquei animada, pois aqui em Marmul nunca tivemos um período tão parado. Fui em apenas 3 trabalhos em 3 semanas e o quadro branco onde penduramos a lista de trabalhos estava quase em branco. Com mais 5 engenheiros na base achei que não haveria nenhum problema.

Até o último minuto eu ainda tinha esperança. Mas no último segundo tive que cancelar os voos, porque meu chefe não me liberou. Senti muito frustrada. Estava me preparando desde o ano passado, motivando o pessoal, ensinando, preparando resumos, etc. Quem me conhece sabe como eu me dedico quando estou motivada.

Não é o fim do mundo, pois mês que vem terei outra oportunidade. O problema é que terei que ficar em Muscat durante os meus dias de folga e a promoção deve atrasar no mínimo mais dois meses. 

Sem contar que fiquei na base e não fui a nenhum trabalho...

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Relaxing in Thailand

Phi phi island

Depois de um intenso final de semana em Bangkok, resolvi passear por praias relaxantes ao sul da Tailândia. Peguei um avião para Phuket (uma península parecida com búzios) e de lá fiz várias passeios de barco por ilhas paradisíacas. 
A primeira parada foi Phi phi island, a ilha onde foi filmado o filme "A Praia" com Leonardo DiCaprio. A praia "Maya beach" é exatamente como no filme, mas um pouco mais movimentada... 
Segundo dia foi de relaxar e andar de jet ski pelas praias de Phuket.
Canoagem
No dia seguinte fui até a ilha Khao Phing Kan, onde foi filmado um filme do James Bond de 1974, " The Man with the Golden Gun", agora a ilha é chamada ilha de James Bond. Fiz canoagem dentro de cavernas das ilhas, muito interessante.
A última parada da viagem foi a ilha de Koh Samui no centro do país, onde passei outros relaxantes dias em um hotel na beira da praia.
Uma noite procurando um restaurante para comer em Koh Samui, sem querer encontrei um restaurante brasileiro chamado Zico's! Quem diria, comi picanha, feijoada e polenta na Tailândia!

Koh Samui